ADEAL

Agência de Defesa e Inspeção Agropecuária de Alagoas

Sigatoka Negra

Sigatoka-Negra.jpgA praga é causada pelo fungo Mycosphaerella fijiensis. Entrou na Amazônia em 1998 e já se encontra nos estados do Acre, Amapá, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Roraima, São Paulo, Paraná e Minas Gerais.

SINTOMAS: O ataque começa pelas folhas mais novas. Provoca estrias que parecem linhas marrom claro bem finas que, com o decorrer do tempo, tornam-se um pouco mais largas e de tom marrom escuro. Com o avanço da praga as folhas têm morte prematura.

A praga pode causar prejuízos de até 100%. Depois de instalada, provoca aumento significativo nos custos de produção, pois serão necessárias mais de trinta aplicações de produto químico por ano, além de aumentar drasticamente a poluição do meio ambiente.

COMO PREVENIR:

  • Não adquirir mudas, frutos ou qualquer outra parte de bananeira sem conhecer a procedência.
  • É proibida por Lei, Portaria N.º 641/00, a aquisição de frutos ou material de propagação de bananeiras provenientes de Estados onde há ocorrência da praga.
  • Só é permitida a entrada e/ou o trânsito de bananas em Pernambuco, provenientes de Estados onde não foi detectada a praga e acompanhadas da Permissão de Trânsito.
  • Os materiais utilizados para acondicionamento de bananas, tais como caixas de madeira, papelão, isopor, folhagens, lonas e outros, devem ser imediatamente destruídos no destino da carga.

    Governo do Estado de Alagoas
    © 2022 - Versão 1.0

    Minha Figura
    © 2022 Your Company. All Rights Reserved. Designed By JoomShaper

    menu